Fotografia

Como fotografar a Via Láctea (guia definitivo atualizado em 2021)

Fotografar a Via Láctea é um dos tipos de fotografia mais gratificantes e impressionantes que você pode dominar.

Loading...

Quando feita corretamente, a astrofotografia produz resultados impressionantes. Isso vai impressionar seus amigos e estranhos que virem seu portfólio.

Uma foto impressionante da Via Láctea

Configurações para fotografia da Via Láctea

Fotografar a Via Láctea envolve cerca de 20% de técnica, 30% de equipamento e 50% de preparação.

Loading...

É importante não apenas saber qual configuração escolher e quais lentes usar. Mas também como encontrar a Via Láctea à noite sem se preocupar com outros fatores.

Por exemplo, a lua lavando o céu noturno, as nuvens que bloqueiam sua visão ou as luzes da cidade que escondem a Via Láctea.

Tirar fotos no meio da noite, na escuridão total, pode ser tão complicado quanto parece. Sugerimos também consultar um mapa de poluição luminosa para evitar as luzes da cidade. Sua localização também é importante, pois a Via Láctea nem sempre é visível. Verifique os tempos de visibilidade nos hemisférios sul e norte antes de sair.

Loading...

É importante garantir que você venha preparado com os equipamentos adequados, configurados e prontos para uso.

Nesta primeira seção, falaremos sobre o equipamento de que você precisa. Isso varia de suas opções de câmera e lente a obturadores remotos e tripés, até as roupas que recomendamos que você use.

Equipamento fotográfico da Via Láctea: um guia completo

A astrofotografia não precisa de equipamentos tão caros ou especializados quanto você possa imaginar. Você pode capturar resultados incríveis com uma DSLR básica ou câmera digital sem espelho.

Loading...

Mas toda a equipe é diferente. Se você vai investir em mais equipamentos, devem ser as lentes que recomendamos neste post abaixo. Isso inclui lentes grande angulares e lentes de foco manual.

Também abordamos alguns acessórios úteis sem os quais você não vai querer sair de casa.

Para ter certeza de que possui todo o equipamento necessário para fotografar a Via Láctea, leia nosso artigo!

Loading...

Uma foto impressionante de trilhas de estrelas no céu noturno.

Qual tamanho de sensor de câmera é o melhor para astrofotografia?

O tamanho do sensor é frequentemente um tópico de discussão entre os fotógrafos. Afeta o campo de visão, profundidade de campo e resolução de suas imagens. Portanto, é essencial conhecer pelo menos as características básicas de cada tipo de sensor antes de mergulhar na fotografia.

O sensor que você escolher afetará naturalmente sua astrofotografia também. Quando se trata de campo de visão, cada tamanho de sensor tem suas vantagens e desvantagens. No entanto, no caso de desempenho em baixa luminosidade, as câmeras full-frame definitivamente ganham a competição.

Loading...

Leia nosso artigo se quiser saber mais sobre como os diferentes tamanhos de sensores afetam seus astrópicos!

Um díptico de fotos da Via Láctea

As melhores roupas e acessórios para astrofotografia

Filmar à noite significa que você precisa pensar cuidadosamente sobre o que vai vestir. Você deve levar em consideração a temperatura noturna mais baixa.

Além disso, você tem que se mover no escuro, sem ver muito. Luzes e boas botas são tão importantes quanto sua câmera e tripé.

Este artigo mostrará quais roupas e acessórios você precisará. Especialmente se você pretende se manter aquecido durante longas sessões noturnas. As melhores imagens vêm de perseverança e paciência, o que definitivamente requer que você esteja confortável e aquecido.

Também recomendamos alguns acessórios para cada categoria. Com o equipamento certo, você pode garantir que poderá tirar as fotos que planejou tirar.

Uma formação rochosa em primeiro plano com uma vista deslumbrante da Via Láctea
Um farol de LED vermelho pode ajudá-lo a navegar no terreno à noite sem forçar seus olhos a se ajustar com muita força.

Os 8 melhores aplicativos para fotografia da Via Láctea

Obter as condições certas requer um pouco de planejamento. Mas felizmente vivemos em uma era em que a tecnologia pode nos ajudar nesse planejamento.

Existem muitos aplicativos móveis que você pode aproveitar para ajudá-lo a fazer tudo.

Por exemplo, encontrar os céus mais escuros perto de sua localização e verificar a fase da lua. É melhor filmar durante a lua nova.

Além disso, eles o ajudarão a descobrir quando terá escuridão total em um determinado dia. Previsões meteorológicas precisas também são importantes.

Esses aplicativos são nossos favoritos pessoais comprovados em campo. Eles são os mesmos usados ​​durante o nosso curso de Mestre da Via Láctea.

Um dos aplicativos dessa lista é o Photopills. Confira nosso artigo para os outros aplicativos!

Captura de tela de aplicativos para ajudar a fotografar a Via Láctea

8 aplicativos de astrofotografia obrigatórios para iPhone

Um dos maiores desafios técnicos da astrofotografia é navegar no céu escuro.

Você precisa encontrar as estrelas e constelações que planejou fotografar. Você também precisa garantir que as condições climáticas e de iluminação sejam adequadas para a fotografia noturna.

Felizmente, a tecnologia hoje nos permite eliminar esses problemas e muito mais.

Você pode baixar aplicativos que acompanham a jornada do Sol pelo céu, fornecer mais informações sobre as fases da lua e até mesmo ajudá-lo a encontrar lugares com o mínimo de poluição luminosa.

Confira nossa lista de aplicativos do iPhone para ajudá-lo a fotografar a Via Láctea!

Captura de tela do aplicativo Milky Way Sky Guide

Como fotografar a Via Láctea

Depois de obter o equipamento certo para a sua filmagem, você está pronto para entrar em campo. Comece gastando algum tempo me orientando sobre a Via Láctea.

lata parece bastante fácil localizar seu assunto. Mas não é tão simples como sair à noite e apontar a câmera para o céu.

Há várias coisas importantes que você precisa saber sobre a Terra, o céu e sua própria câmera. Isso afetará sua capacidade de obter boas imagens da Via Láctea.

Isso inclui fatores sazonais e ambientais. Por exemplo, em que época do ano você está filmando e em que lugar do planeta você está.

Condições climáticas, poluição luminosa e tempo de exposição da câmera também são importantes.

Escolher as configurações corretas e seguir as regras básicas também é crucial para a astrofotografia. Por se tratar de um nicho muito específico, é necessária muita pesquisa e preparação para aprender todos os aspectos técnicos.

Os artigos a seguir o ajudarão a entender esses detalhes técnicos. Eles o ajudarão a encontrar a Via Láctea e estarão prontos para capturá-la em suas fotos.

Melhores configurações de câmera para fotografia da Via Láctea

A astrofotografia requer uma abordagem diferente de quase qualquer outro tipo de fotografia.

Você deve dominar a regra 500, focar até o infinito e reduzir o ruído de longa exposição.

Por causa disso, escrevemos um artigo completo sobre as configurações de que você precisará para tirar suas fotos da galáxia.

Também investigamos os detalhes da velocidade do obturador, abertura, ISO e foco, e por que você precisa configurá-los da maneira que faz aqui.

Essas configurações são eficazes para quase todas as fotos da Via Láctea que você tirar. Domine estes e você está pronto para ir.

Um close-up de uma lente grande
Definir o foco para a fotografia da Via Láctea é relativamente simples.

Como encontrar a Via Láctea à noite

Então, ele escolheu a Via Láctea como seu tema. Nem é preciso dizer que você precisa encontrar o que procura no céu escuro.

Isso é antes de apontar sua câmera para as estrelas.

Você tirará as melhores fotos quando as condições ambientais estiverem do seu lado. Melhores imagens são obtidas quando você vê a Via Láctea com clareza.

Isso significa escolher a hora e o local certos para a sessão. Além disso, localizar a posição da estrela polar ajudará você a ter uma ideia do céu em que estará atirando.

Depois de descobrir sua orientação em relação à Via Láctea, você pode começar a tomar decisões.

Duas ideias importantes são quando e onde fotografar para que apareça de certa forma em suas fotos.

Além disso, você deve pensar sobre quais partes do céu incluir e enfatizar em suas fotografias.

Foto impressionante da Via Láctea

Como fotografar um lapso de tempo da Via Láctea

Um lapso de tempo da Via Láctea é perfeito para documentar o movimento das estrelas no céu noturno. No entanto, para obter resultados espetaculares, primeiro você deve se esforçar.

Você tem que ter certeza de que tem todo o equipamento necessário, uma câmera adequada, um tripé e um intervalômetro são os mais importantes.

Você também deve fazer mais pesquisas para encontrar o lugar mais escuro onde o céu está mais claro. Existem alguns aplicativos de smartphone que podem ajudá-lo com isso.

Depois de configurar a sessão de fotos com cuidado, você ainda precisa se certificar de que usa as configurações corretas. Isso pode parecer um monte de coisas para se prestar atenção. Felizmente, nosso artigo coletou as etapas mais importantes para fotografar o lapso de tempo de uma estrela.

Foto impressionante da Via Láctea sobre o mar.

Qual é a regra 500 em fotografia? (E como usá-lo!)

A regra 500 fornece uma fórmula para ajudá-lo a adivinhar a velocidade correta do obturador para fotografia noturna. Esta velocidade do obturador é rápida o suficiente para evitar rastros de estrelas, mas lenta o suficiente para permitir que luz suficiente entre na câmera para tornar as estrelas visíveis.

Naturalmente, se seu objetivo é criar Star Trails, você deve ignorar esta regra. No entanto, se você está procurando dicas gerais de fotografia noturna, a regra 500 é algo que você definitivamente deve dominar.

Existem também variações da regra com números diferentes. Isso ajuda a calcular a velocidade exata do obturador para diferentes condições, dependendo da situação.

Para descobrir como a fórmula funciona e como você deve combiná-la com o empilhamento de imagens, leia nosso artigo.

Foto impressionante da Via Láctea em uma paisagem noturna

Um guia prático para fotografia de estrelas

Encontrar o equipamento e as configurações certas para a fotografia noturna é um desafio. Especialmente quando você considera o fato de que existem vários tipos de fotografia de estrelas, todos necessitando de configurações ligeiramente diferentes.

Quer se trate de trilhas de estrelas, espaço profundo ou fotografia da Via Láctea, você pode aprender como obter o máximo de suas fotos seguindo algumas dicas simples. Além de escolher as configurações certas, os maiores desafios serão focar nas estrelas e enquadrar a foto corretamente.

Nosso artigo cobre todos esses tópicos e muito mais. Não esqueça de conferir!

Foto deslumbrante da Via Láctea em uma paisagem de neve à noite

Como fotografar trilhas de estrelas à noite (da paisagem à paisagem urbana!)

Fotos de longa exposição nos dão uma sensação de diferença em um mundo onde a fotografia trata principalmente de capturar o momento. Se você souber como usar a longa exposição com moderação, mas com criatividade, poderá fazer suas imagens se destacarem da multidão.

Você também pode aplicar essa técnica à astrofotografia. As imagens do Star Trails capturam o movimento das estrelas no céu. Eles oferecem resultados surpreendentes se você souber algumas coisas básicas a que prestar atenção.

Se você deseja evitar o ruído que uma foto noturna de longa exposição cria, o empilhamento de imagens pode ser a solução para você. Você pode saber todos os detalhes em nosso artigo.

Foto impressionante de trilhas de estrelas em uma igreja à noite

Resenha do SLR Lounge “Fotografando a Via Láctea”

Se você quer aprender a fotografia da Via Láctea, mas não sabe por onde começar, o curso SLR Lounge pode ser para você.

O conteúdo consiste em vídeo-aulas, PDFs, exercícios e predefinições adicionais. Após a conclusão do curso, você pode dominar a astrofotografia em nenhum momento. Tudo isso com preços razoáveis, onde você pode escolher entre uma compra única e uma assinatura anual.

É adequado para amadores que têm conhecimentos básicos de fotografia, mas nenhuma experiência em astrofotografia é necessária.

Foto deslumbrante da Via Láctea em uma paisagem rochosa à noite

Processamento de fotos da Via Láctea

É importante saber que editar imagens da Via Láctea não é como processar fotografias típicas de paisagens. Não abra apenas o Lightroom ou o Photoshop.

Você também precisa aprender técnicas de edição específicas para obter o melhor de suas imagens noturnas. Isso se aplica mesmo se você já estiver familiarizado com o pós-processamento de outros tipos de fotos.

Fotografia pós-processamento da Via Láctea: 7 configurações que você deve usar

Para obter fotos impressionantes do céu noturno, você deseja remover algumas cores. Você vai querer fazer isso enquanto melhora os outros.

Além disso, ele modula as luzes, sombras e clareza para que as estrelas em sua imagem se destaquem. Isso está em contraste com o ambiente.

Além disso, você também deseja corrigir distorções ocasionais da lente. Eles provavelmente aparecerão nas fotos da Via Láctea.

Também é útil reduzir o aparecimento de neblina na frente das estrelas no céu que você fotografou.

Aqui, examinamos mais de perto os ajustes exatos que você deseja fazer no Adobe Lightroom. Você também verá configurações que dão às imagens a aparência final desejada.

Divida a foto da tela da Via Láctea em uma paisagem antes e depois da edição

9 melhores recursos de software para astrofotografia

A astrofotografia é um nicho exigente quando se trata de edição. Felizmente, se você combinar o Lightroom e o Photoshop, terá uma boa chance de obter a imagem que tinha em mente.

Existem muitas ações, pacotes de ação, plug-ins e predefinições do Lightroom no Photoshop para ajudá-lo a obter o máximo das suas fotos noturnas. Da correção de cores à redução de ruído, essas ferramentas garantirão que o fluxo de trabalho de edição de astrofoto seja o mais suave possível.

Para mais informações, leia nosso artigo!

Divida a foto da tela da Via Láctea em uma paisagem antes e depois da edição

5 dicas úteis de Photoshop para edição de astrofotografia

No campo da astrofotografia, a edição é tão importante quanto a fotografia real.

Em primeiro lugar, você precisa se familiarizar com o empilhamento de imagens para obter o máximo de detalhes possível em suas fotos. Depois disso, você deve suavizar o fundo reduzindo o ruído e criar cores mais naturais ajustando o equilíbrio de branco.

Ao ler nossa postagem, você também pode aprender como obter o máximo de suas imagens raw no Photoshop. Este artigo não só irá acelerar o seu fluxo de trabalho, mas também garantir que suas fotos noturnas sejam o mais impressionantes possível.

fotografia da via láctea

Crítica AstroBin para Astrofotografia

AstroBin é um site de hospedagem de imagens, especializado em astrofotografia. Também inclui um fórum de fotografia multilíngue, um serviço de backup de fotos e um enorme banco de dados de equipamentos.

AstroBin permite que você carregue suas fotos noturnas em resolução total e as organize em uma galeria. Também oferece fóruns de discussão sobre vários tópicos, seja fotografia, material astronômico ou técnicas de pós-processamento.

Você pode escolher entre diferentes planos de assinatura que permitem fazer upload de um número crescente de imagens para sua galeria.

Leia nossa análise para saber mais sobre este incrível site de astrofotografia!

Captura de tela do aplicativo astrobin de fotografia da Via Láctea

Fotografia noturna criativa

A captura de imagens da Via Láctea é, obviamente, parte da categoria maior da fotografia noturna.

Se você gostou da experiência e dos desafios de trabalhar em condições de pouca luz, pode expandir. Você pode explorar outros tipos de fotografia noturna.

Para os ambiciosos, você pode querer combinar alguns outros projetos de fotografia noturna.

A fotografia da Via Láctea pode ser demorada. Portanto, pode ser melhor aproveitar ao máximo sua viagem fotográfica da Via Láctea.

Aqui estão mais algumas idéias de fotografia que você pode fazer após o cair da noite e a escuridão cobrir seus arredores.

Como dominar sua fotografia noturna

Tudo o que pode ser fotografado durante o dia pode ser repetido à noite. Muitas vezes, você pode fazer isso com efeitos mais dramáticos ou interessantes.

Isso ocorre porque você precisará aproveitar as vantagens dos métodos para obter a exposição adequada.

Quando estiver confortável para modular a abertura, a velocidade do obturador e o ISO à noite, você pode começar a planejar suas fotos.

Existem certos efeitos que você só pode conseguir à noite.

Trilhas de luz, reflexos, luar e ruído de imagem são apenas alguns efeitos naturais integrados à câmera que você pode querer explorar. Confira nosso artigo para mais dicas!

Um píer em um lago à noite.

Pense na fotografia de paisagem noturna como um híbrido de fotografia da Via Láctea e paisagens tradicionais.

Muitas das mesmas preocupações sobre as condições de fotografia e configurações da câmera se aplicam. A principal diferença é que o assunto é a paisagem e não o céu.

Por isso, você prestará mais atenção principalmente ao primeiro plano e à composição.

Você não terá necessariamente que se preocupar tanto com a lua e a posição das estrelas no céu.

No entanto, você ainda terá que pensar sobre o movimento da Terra. E você precisará cronometrar suas longas exposições de acordo (dependendo se deseja Star Trails em sua foto).

O céu noturno

Como fotografar uma chuva de meteoros

A Via Láctea é um dos destaques do céu noturno. Depois de aprender como capturá-lo, pode ficar um pouco enfadonho.

Ao incorporar diferentes elementos na cena, você quebra essa monotonia. Capturar paisagens em primeiro plano é uma adição que você pode fazer.

Para imagens mais impressionantes, por que não combinar chuvas de meteoros?

A NASA diz que cerca de 30 chuvas de meteoros visíveis ocorrem a cada ano. Algumas dessas chuvas têm mais de 100 anos.

Isso lhe dá uma chance muito boa de capturá-los, não importa onde você more. Nosso artigo aqui fornece todas as informações de que você precisa.

A silhueta de um homem assistindo a uma chuva de meteoros.

Como tirar fotografias de pintura com luz em espiral

Esta variação única de graffiti leve é ​​uma ótima maneira de criar algumas imagens incríveis. A melhor parte é que você só precisa de alguns suprimentos domésticos simples.

Em essência, você está tirando uma foto de longa exposição. O obturador permanece aberto enquanto você “pinta” dentro da moldura.

O equipamento de que você precisa para fazer isso é barato, fácil de encontrar e altamente portátil. Isso torna a fotografia com light painting um ótimo projeto paralelo durante as fotos da Via Láctea.

Nosso artigo cobre não apenas as técnicas para criar essas imagens, mas também o equipamento essencial que você precisa trazer ao fazer isso.

conclusão

Fotografar a Via Láctea é, sem dúvida, um nicho fotográfico difícil de dominar. Você precisa obter um conjunto específico de equipamentos, pesquisar as configurações corretas, aprender novas técnicas de edição – tudo ao mesmo tempo que está à mercê do clima.

Esperamos que nosso artigo tenha ajudado você a se tornar um astrofotógrafo melhor!

Se você achou este artigo útil, verifique nosso Domínio da Via Láctea curso!



Source link

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar